Dica Cultural – Filme Diário Proibido

Envie a um amigo! Envie a um amigo!      Imprimir Texto Imprimir Texto
Dê sua nota:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 voto(s), média: 5,00 de 5)

Assisti estes dias o filme Diario de una ninfómana (Diário Proibido)! O filme é estrangeiro (espanhol) e muitos críticos o define como um extinto selvagem piorado. Porém, a excelente atuação, beleza e talento de Belén Fabra merece elogios. O trailer do filme parece ser cafona, lembrando uma novela latina, dessas que vemos muito em alguns canais de TV, fazendo com que o público não espere muita coisa do filme mas, a medida em que fui assistindo o filme, me surpreendi. O diretor consegue a proeza de explorar o tema sem ser vulgar.

Na sinopse do filme a personagem Val, interpretada por Belén Fabra é uma jovem francesa ninfomaníaca que faz questão de registrar suas confissões mais íntimas em seu diário secreto. O filme é adaptado do livro homônimo de Valeri Tasso e conta a história de uma garota, que aos 29 anos percebe que sua vida está sendo destruída por algo que tanto gosta, o sexo. Para Val, o sexo é como uma forma de vida e ela necessita dele para estar bem.

Val, é uma garota diferente das outras (pelo menos em comportamento). É viciada em sexo, o que torna os seus princípios e valores diferentes das outras mulheres. Ela não consegue evitar a necessidade de sexo, e vive em busca de novas sensações, sentimentos e orgasmos. Indo contra sua personalidade e natureza, e num surto de carência, após a morte de sua avó (amiga e conselheira), Val  faz uma tentativa fracassada de ser como as outras. Casa-se, mesmo o parceiro não sendo bom o suficiente no que ela esperava em relação ao que mais necessita – o sexo.

A história do filme mostra uma realidade desconhecida pela maioria da sociedade. É cruel, dinâmica e possui momentos dramáticos, principalmente quando, endividada após o casamento, Val resolve prostituir-se para quitar suas dívidas, e de um certo modo, recuperar o tempo perdido de sexo durante o casamento. A realidade das cenas que se passam no bordel, mostram ao expectador uma realidade fria e cruel que estes ambientes possuem.

Depois de assistir o filme e conhecer um pouco mais sobre o que se passa na cabeça de uma pessoa ninfomaníaca, resolvi indicar o filme para os leitores do blog. Claro que muitas pessoas podem pensar como a sociedade machista em que vivemos, e que não está acostumada com uma mulher dicidida em todos os aspectos de sua vida e que gosta tanto de sexo, quanto o homem, e podem achar o filme simplesmente uma grande porcaria ou até mesmo, mais um desses filmes que só querem promover o sexo e a promíscuidade.  Porém, aqueles que possuírem um olhar crítico, irão entender bem a mensagem que o filme tenta passar para o público.

E vocês meus caros? Qual a opnião que possuem sobre o assunto? Já tiveram experiências com algum(a) ninfomaníaco(a)? Contem-me tudo e não me escondam nada!

Para quem deseja adquirir o filme, ele é encontrado facilmente para download nas páginas de torrents e a legenda pode ser encontrada  no site legendas.tv. Então, basta baixar o filme e preparar a pipoca e o refrigerante. Bom filme!

Segue um Trailer do filme:

Tags: , , , , , , , ,

Quem é o Rafhitch?

O Rafhitch é escorpianino, nascido e criado em Salvador-Ba, é uma pessoa fechada por ocasiões da vida, reservada (típico dos escorpianinos) e analítica por natureza, que adora estar em contato com os amigos e procura sempre preservar suas amizades. Uma pessoa difícil de entender, complicado às vezes, infantil sempre e brincalhão eternamente.

Subscribe to Comments RSS Feed in this post

13 Responses

  1. é o segundo filme q eu ‘vejo’ abordar esse tema.
    é triste como algumas pessoas associam a ninfomania de forma errada ao querer e gostar de fazer muito sexo, sem saber q de fato isso é uma doença, na verdade é um vício/dependência e não caracterizado pela satisfação.

    enfim, é claro q vou ver o filme.
    bjs

  2. Eu sou uma ninfomaniaca assumidissima! ahauahua

    Quando tiver mais relex aqui vou ver esse filme.

    Bjos querido!

  3. Pelo trailler o filme parece interessante. Adoro temas sobre traição, loucura, obsessão, ciúme. Gostar de sexo é bem diferente de ser ninfo. Michael Douglas era viciado em sexo. Ele fez tratamento.
    Fiquei curiosa para ver o filme. È tipo cabeça. Eu gosto. Aliás, filme Europeu sempre aborda temas interessantes.
    Já que você gosta do assunto , leia ” A Vida Sexual de Catherine M “. O livro conta as aventuras eróticas de uma escritora francesa, especialista nas obras do pintor Salvador Dali.
    Adorei sua dica.
    Beijos

  4. Eu vou assistir, ótima dica!
    Depois volto pra deixar a minha opinião…
    rs
    Bjs…

  5. Eu sou uma ninfo assumida também. ainda não vi o filme, mas vou baixar. Achei interessante! Já encontrei um ninfo e foi bom demais. Juntou “a fome com a vontade de comer”, se é que vc me entende…

  6. Olá td bem, adorei seu blog, faça uma visita no meu se gostar me siga tbm, sera mto bem vinda.

    Esta rolando Sorteio aproveite e Participe!!

    http://www.turbalinasexyshop.blogspot.com

O que você pensa sobre o assunto? Deixe sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

*
*