Ir para a cama no primeiro encontro…

Envie a um amigo! Envie a um amigo!      Imprimir Texto Imprimir Texto
Dê sua nota:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 voto(s), média: 5,00 de 5)

No texto de hoje, eu tento falar de um assunto que eu tenho escutado direto nas rodas de amigos e que gera uma certa polêmica as vezes. O texto é bem curto, mais nele (assim como nos outros) eu busco expressar a minha forma de pensar em relação ao tema. Procuro falar sobre o sexo casual e sem compromisso. O sexo no primeiro encontro e a forma das pessoas de lidar com isso. Coloco aqui o meu ponto de vista em relação a tudo isso e deixo que vocês também coloquem os de vocês. Espero que gostem do texto!

Conheço muitas pessoas que recriminam o sexo no primeiro encontro, outras que afirmam que a mulher quando vai para a cama no primeiro encontro ou é puta ou ainda vai ser, algumas nem cogitam essa possibilidade e dizem que para rolar sexo, só com muita conquista.

Bom, eu não recrimino e nem julgo essas pessoas, principalmente a mulher. É fato que muitas mulheres só têm relações sexuais, depois que possuem uma certa afinidade e um certo sentimento pelo parceiro mas, existem sim, mulheres capazes de ir para a cama na primeira noite sem ter nenhum pingo de remorso no dia seguinte. É o que eu chamo de dar vazão aos seus instintos e deixar que o seu desejo lhe guie. E taxar essas mulheres de putas ou vagabundas por externarem os seus desejos, seria ignorância e hipocrisia. Ou será que quando isso ocorre com um homem, eles também não deveriam ser taxados de putos ou vagabundos?

Vivemos em um mundo totalmente mudado e diferente dos mundos em que nossos pais viveram. Hoje em dia ninguém mais vai para o altar, se casar através de um casamento arranjado, sem nem ao menos conhecer a outra pessoa. Sou bastante a favor do sexo antes do casamento, não só como uma forma de prazer para o casal, mais também como uma forma de ambos se conhecerem melhor e perceberem se rola um encaixe bom entre eles na cama, se a química acontece também no sexo e não apenas no beijo. Ou seria melhor deixar para descobrir se rola ou não o encaixe perfeito entre os dois depois do casamento? Vai que não rola o encaixe? O que acontece depois? Mantêm-se uma relação frustrada e sem sentimentos, onde certamente, um dos dois irá buscar encontrar este encaixe fora do casamento?

Sexo é bom sim e deve ser praticado sempre porém, sempre com cuidados em relação à saúde e também à pessoa com quem se está indo para a cama. Apesar de não recriminar quem vai para a cama no primeiro encontro, não sou adepto de ir para a cama com uma completa(o) desconhecida(o). Acho que no mínimo tem que rolar uma certa confiança, conhecer um pouco melhor a pessoa. Claro que existem casos em que os nossos instintos e desejos falam mais alto e aí o que tiver de ser será sempre. Só aconselho a todos a se prevenirem contra possíveis dores de cabeça (DST’s, gravidez indesejada, etc.).

Um 2009 cheio de emoções, alegrias e amores para todos.

Tags: , , , , , , , ,

Quem é o Rafhitch?

O Rafhitch é escorpianino, nascido e criado em Salvador-Ba, é uma pessoa fechada por ocasiões da vida, reservada (típico dos escorpianinos) e analítica por natureza, que adora estar em contato com os amigos e procura sempre preservar suas amizades. Uma pessoa difícil de entender, complicado às vezes, infantil sempre e brincalhão eternamente.

Subscribe to Comments RSS Feed in this post

17 Responses

  1. mto tempo q não venho aqui

    mas então…. TEM MEME PRA VC LÁ NO BLOG

    bjoo Safa

  2. “Tem um branco queimado do sol de Salvador, com cabelo meio bagunçado que usa óculos (eu) interessado em arrenatar esta rifa”.

    Uiiiiiiiiiiiii, gostei!!! :)

  3. Ah, depois passo para ler aqui com mais calma. Mega cheia de trabalho.

    • Realmente a nossa sociedade é machista e hipócrita, porém, tenho visto que esse machismo tem caído por terra. E por isso que não julgo ou recrimino quem vai para a cama no primeiro encontro.

  4. Raf apóio as mulheres também ir pra cama qd quiserem apenas pra satisfazer um desejo ou até mesmo necessidade.

    Vivemos em uma sociedade machista e hipócrita, o negócio é viver a vida da maneira que lhe convém, sem fazer mal a ninguém e nem dar ouvidos à terceiros.

    Penso assim: dependo de alguém? Devo à alguém? Pagam minhas contas? Então pq ficar tachando o que faço? Bora viver a vida e deixar que a dos outros os outros cuidem.

    Bem lembrado: Usem sempre camisinha, vc nunca sabe o histórico e nem vai querer saber do seu parceiro daquela noite.

    Bjos Raf *)

    • Realmente July, ter um conhecimento prévio do parceiro(a) é essencial, mas temos que admitir que existem horas em que é praticamente impossível segurar e acaba acontecendo. Quando a química é forte demais, quando a atração é muita e ambos estão no desejo, ocorre de não conseguir evitar. Mas conhecer a pessoa é sempre bom, nos deixa mais a vontade!

  5. Não julgo as mulheres que transam no primeiro encontro porque cada um leva a vida como quer. Mas eu não dou adepta do sexo casual por dois motivos:

    Primeiro, por não me sentir totalmente à vontade. Acho que é melhor quando você conhece um pouco mais a pessoa, já sabe – nem que seja na teoria – as preferências dele e tudo mais…

    Segundo, porque, no fundo no fundo, os homens são muito machistas. Vivem defendendo uma liberdade que, em suas próprias cabeças, não existe. Gostam de pegar as mulheres que fazem e acontecem, mas depois a julgam e procuram as “santinhas” para um compromisso sério.

    Mudando de assunto, seu lance na rifa será confirmado quando me mandar uma foto por e-mail e dizer a data que estará no Rio. rsrsrsrs

  6. Primeira vez aqui!

    Gostei do blog, vou linkar!

    Quanto ao teu post, é um assunto bem complicado. Concordo com o comentário da July. Os homens podem dizer o que quiserem, mas o machismo ainda é predominante! Claro, há exceções, mas o preconceito ainda é grande.

    Eu tb prefiro ter mais intimidade antes de qualquer coisa.

    Bjos! Voltarei mais vezes aqui…

  7. Bom, acho tudo muito relativo, o fato de as mulheres só irem pra cama com o cara só depois de um certo tempo causa também um maior risco de se apegar mais e depois sofrer. Infelizmente alguns homens taxam a mulher que vai pra cama de cara das coisas que você mencionou, mas isso ela não fez sozinha, então…. isso é fruto do velho e bom machismo…

    Eu estou na grande maioria, confiança, e conhecer bem a pessoa torna-se fundamental para que aconteça algo mais… Ainda mais nos dias de hoje que a coisa anda feia, proteção é mais do que necessário nesses momentos….

    Beijos!

  8. Perfeito! concordo com tudo. escreveu muitobem, foi muito objetivo/a no que disse. Vou salvar esse texto aqui pra ler sempre. muito bom!

    e obrigada pelo comentario no meu blog
    um beijo

  9. Acontece que, muitas vezes, o desejo é tanto que não dá pra adiar. Além do mais, isso não torna ninguém melhor ou pior. Isso já foi uma regra, mas, afinal, o amor ou o sexo necessitam de regras?

    Abraços,

    Enfil

    • Eu pelo menos não julgo a mulher por ela ir para a cama no primeiro encontro. Quanto ao que você comentou da sua viagem ao Sul, acho que a maioria dos homens acreditam que toda mulher é fácil de se levar para a cama.

  10. Concordo com o que vc escreveu. A mulher não deve ser taxada de puta por ir para a cama no primeiro encontro com um cara. Eu não condeno, mas acho estranho. Nessa viagem que fiz ao sul achei interessante e comentei com minhas amigas que todos os caras que ficamos, sem exceção, perguntavam e insistiam para que fossemos para casa com eles. Alguns até ficavam chateados e nem queriam mais conversa após ouvir um não. Será que eles pensam que toda mulher que conhecem em balada é só para isso?
    Eu, hein? Ir para a casa de um estranho que acabei de conhecer? Realmente só se o desejo for incontrolável.
    Não sou adepta do sexo no primeiro encontro principalmente por não me sentir a vontade. De vez em quando até bate o desejo incontrolável, mas a razão me controla.
    Não custa nada repetir que gostei muito do seu texto. :)
    Beijos.

O que você pensa sobre o assunto? Deixe sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

*
*