Pra que serve uma relação?

Envie a um amigo! Envie a um amigo!      Imprimir Texto Imprimir Texto
Dê sua nota:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Classificação)

Nossa colaboradora Adriana me enviou mais um texto para que seja colocado aqui.
Nele, ela faz uma reflexão sobre um texto do Drº Dráuzio Varela.

Vale a pena dar uma conferida.

Definição mais simples e exata sobre o sentido de mantermos uma relação?

Uma relação tem que servir para tornar a vida dos dois mais fácil. Vou dar continuidade a esta afirmação porque o assunto é bom, e merece ser desenvolvido.

Algumas pessoas mantêm relações para se sentirem integradas na sociedade, para provarem a si mesmas que são capazes de ser amadas, para evitar a solidão, por dinheiro ou por preguiça.
Todos fadados à frustração. Uma armadilha. Uma relação tem que servir para você se sentir 100% à vontade com outra pessoa, à vontade para concordar com ela e discordar dela, para ter sexo sem não me toques ou para cair no sono logo após o jantar, pregado.

Uma relação tem que servir para você ter com quem ir ao cinema de mãos dadas, para ter alguém que instale o som novo enquanto você prepara uma omelete, para ter alguém com quem ficar em silêncio, sem que nenhum dos dois se incomode com isso. Uma relação tem que servir para, às vezes, estimular você a se produzir, e quase sempre, estimular você a ser do jeito que é, de cara lavada uma pessoa bonita a seu modo. Uma relação tem que servir para um e outro se sentirem amparados nas suas inquietações, para ensinar a confiar, a respeitar as diferenças que há entre as pessoas, e deve servir para fazer os dois se divertirem demais, mesmo em casa, principalmente em casa.

Uma relação tem que servir para cobrir as despesas do outro num momento de aperto, e cobrir as dores um do outro num momento de melancolia, e cobrirem o corpo um do outro, quando o cobertor cair. Uma relação tem que servir para acompanhar o outro no médico, para um perdoar as fraquezas do outro, para um abrir a garrafa de vinho e para o outro abrir o jogo, e para os dois abrirem-se para o mundo, cientes de que o mundo não se resume aos dois.

Dr. Dráuzio Varela

Recebi esta mensagem “Pra que serve uma relação?” através de e-mail e de início achei muito romântica e linda, principalmente por ter sido escrita pelo Dr. Dráuzio Varela, um homem que admiro bastante pelo seu trabalho. Lendo pela segunda vez, comecei a refletir sobre alguns dos pontos da mensagem e passei a vê-la como algo quase impossível de se pôr em prática, quase uma utopia. Na terceira leitura, mudei novamente de opinião, claro que continuo a achar que seja algo bastante difícil de viver na íntegra, mas, pelo menos em alguns pontos acho que podemos tentar colocar em prática.

Talvez o primeiro e decisivo passo para dar início a esta conquista seja encontrar a pessoa certa mas, olhe bem, disse a pessoa certa e não a pessoa perfeita, por que esta, não existe além do quê o amor só é eterno enquanto dura, já dizia Vinícius. E como saber quem é a pessoa certa? Simplesmente você sente ou é pelo que a pessoa demonstra através de seus atos? Acho que esta é uma resposta diferente pra cada um, então, vamos à luta em busca da felicidade!

Adriana

Quem é o Rafhitch?

O Rafhitch é escorpianino, nascido e criado em Salvador-Ba, é uma pessoa fechada por ocasiões da vida, reservada (típico dos escorpianinos) e analítica por natureza, que adora estar em contato com os amigos e procura sempre preservar suas amizades. Uma pessoa difícil de entender, complicado às vezes, infantil sempre e brincalhão eternamente.

O que você pensa sobre o assunto? Deixe sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

*
*