Por que as mulheres traem cada vez mais?!?

Envie a um amigo! Envie a um amigo!      Imprimir Texto Imprimir Texto
Dê sua nota:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Classificação)

No texto anterior eu falei sobre o famoso medo da palavra “namoro”, agora pretendo abordar outro tema, onde possa ser que eu seja massacrado ou ainda linchado em praça pública. O que pretendo falar agora é a traição, porém, não a famosa traição masculina e sim a feminina esta que poucas pessoas discutem e que muito tem ocorrido.

Recentemente eu estive lendo uma entrevista da Rosana Braga e a mesma falava justamente sobre isso. Por que as mulheres traem cada vez mais? Seria por vingança, devido ao seu parceiro ter lhe traído e para piorar, com aquela menina que se dizia sua melhor amiga? É o que pretendo abordar nas linhas seguintes continue lendo.

Segundo Rosana, as mulheres têm traído seus parceiros cada vez mais e não sentem nenhuma culpa quando isso ocorre. Para ela, essa mudança de comportamento das mulheres está cada vez mais perceptível e um dos grandes motivos é a conquista da independência financeira seguida pela busca da independência emocional. A seu ver, as mulheres pretendem igualar-se aos homens nas relações extraconjugais. Mas cá entre nós, será que ela tem razão quando fala que as mulheres ao traírem não sentem nenhuma culpa?

Acho que não e acho que a própria Rosana pensa assim: “Não sei se poderíamos generalizar os sentimentos, mas realmente não acredito que façam isso sem culpa, como se considerassem absolutamente normal. Talvez elas tenham uma espécie de sensação de que têm permissão para isso, já que os homens sempre fizeram. Mas ao mesmo tempo, sabem que sempre criticaram essa postura deles. A competição, neste caso, tem falado mais alto que o coração, certamente.” Pois é meus caros a competição. Competição de que? Pra que? Para ver quem vai trair mais? Tenha dó. Se for para trair que fique sozinho. Ninguém merece sofrer, por causa de uma pessoa que quer descontar em alguém, o que lhe fizeram no passado.

Voltando ao tema, as justificativas que fazem as mulheres traírem são diversas tais como, insatisfação na relação, pouco diálogo entre o casal, diferenças nos desejos sexuais, etc. Porém isso para Rosana (e para mim também) não se caracteriza como justificativa para trair o parceiro. Se a relação não vai bem, não está dando certo, o melhor é buscar meios para fazer com que dê certo ou, na pior das hipóteses terminarem o relacionamento. Acho que o motivo real é o que a própria Rosana coloca:

“Eu realmente acredito que elas procuram algo que não estão encontrando em si mesmas. Isso não é um julgamento, absolutamente. Apenas uma maneira direta de analisar uma situação em que há mentiras, medos, insegurança, vazio, falta de confiança, ou seja, insatisfações não-resolvidas de ambas as partes.
Assim, o que as mulheres procuram ao se relacionarem com outro é a sensação de felicidade que tanto desejamos, todos nós. A sensação de preenchimento, de serem observadas, desejadas, queridas. Porém, infelizmente, raramente encontram alguma dessas ‘preciosidades’, já que há uma situação anterior como sombra. O que elas dizem, muitas vezes, é que procuram diversão, sexo, prazer… mas tenho conversado com muitas delas e o vazio continua latente, evidente. A tristeza não é resolvida. Tudo é muito efêmero, passageiro, fugaz.
Não dá para generalizar. Existem muitas situações que podem se tornar propícias, mas a verdade é que só há um motivo forte o bastante para que a mulher decida trair: sua escolha, sua decisão, ainda que inconscientemente.
Ela busca uma satisfação emocional que acredita que vai encontrar nesta relação paralela… e por isso, tenta! Ela conhece esse outro homem em qualquer lugar, quando quer conhecer… Não há situações predeterminadas.”

Ok! Então estamos todos fadados a traição tanto os homens quanto as mulheres? Creio que não. Concordo com a Rosana em relação aos motivos das traições femininas, mas, não deixo de cogitar outro motivo que é a índole da pessoa. Já vi e ouvi casos onde a mulher traia pelo simples fato de gostar de trair (assim como acontece com os homens). E fazia isso sem nenhum remorso ou medo de serem descobertas. Mas também conheço tanto homens, quanto mulheres que não pensam em trair seu parceiro ou sua parceira, que são fiéis a pessoa que se encontra do seu lado.

Meio difícil de acreditar que do jeito que as coisas andam, ainda possamos confiar em alguém a ponto de achar que não seremos traídos. Porém, ainda existem pessoas fiéis (poucas reconheço) e que devem pensar da mesma forma que eu ou você ou ainda a própria Rosana. O que devemos ter é paciência e esperar que na hora certa esta pessoa chega. Como diz a música: “Quem acredita sempre alcança…” Sendo assim, não deixem de acreditar.

Quem é o Rafhitch?

O Rafhitch é escorpianino, nascido e criado em Salvador-Ba, é uma pessoa fechada por ocasiões da vida, reservada (típico dos escorpianinos) e analítica por natureza, que adora estar em contato com os amigos e procura sempre preservar suas amizades. Uma pessoa difícil de entender, complicado às vezes, infantil sempre e brincalhão eternamente.

Subscribe to Comments RSS Feed in this post

3 Responses

  1. Rapaz, vc realmente foi ousado em querer falar sobre o assunto mesmo achando que seria crucificado….se vc tivesse falado sobre traição masculina ….ah……vc teria uma enxurrada de comentários…..mas ninguém disse nada…sabe porque? Simplesmente porque falar sobre atraição feminina é , de fato, um tabu!! É pisar em ovos mesmo!! Eu realmente fico impressionado…ninguém se atreve!! Mas, vc também escreveu quase tudo!! Eu gostaria também de expressar a minha leitura sobre o assunto se vc me permite: Nos dias atuais a modernidade e o novo papel que as mulheres assumiram…..provocou na verdade uma situação inusitada na medida em que as mulheres cada vez mais se comportam como os homens – , quer dizer, elas adquiriram nossos hábitos e vícios também- , assim, a chamada postura machista dos homens que elas sempre criticaram agora elas incorporam -particularmente no que se refere a traição. Se antigamente se defendia a tese de que as mulheres traíam por que tinha algo errado no casamento, ou em outras palavras que se a mulher traia era por culpa do marido, hoje esta tese caiu por terra….atualmente as muheres traem com mais naturalidade, tanto quanto os homens traem!! Não existem dados estatisiticos fidedignos sobre os numeros da infidelidade por que os homens mentem – da ibope ao homem alardear que já traiu- por outro lado, as mulheres não assumem que traem!! Trair ou não trair hoje em dia é questão de oportunidade mesmo, e hoje é o que não falta!! Posso até dizer que quem nunca havia traido o seu parceiro (a) pode ter sentido um remorço na primeira vez que o fez por que sabiam, no fundo, que era errado….daí alguns param, enquanto outros não, porque depois se torna automatico….acredito que ambos, homens e mulheres, por que estão em busca do prazer sem compromisso, querem experimentar algo novo, diferente!! Ainda que o casamento esteja bom o parceiro(a) pode eventualmente trair, basta encontrar uma oportunidade! Simplesmente isso!!

    • É meu caro! Realmente é complicado falar de algo ainda mais quando este algo é um tabu.

      Pelo menos eu ainda estou vivo e não me massacraram. rsrsr.

      Abraço e obrigado pelo seu comentário e sua opinião!

      Volte Sempre!

  2. Olá…
    Resolvi dar uma opinião feminina ao post. Eu acredito que traição vai muito além de tudo isso abordado além de depender muito da definição de traição para cada pessoa. Geralmente quando é o homem que procura uma relação extra-conjugal que não envolve sentimento tendem a dizer que é apenas sexo, e não necessariamente traição. Já quanto às mulheres, dificilmente fazem sexo sem envolvimento. Talvez por isso a sociedade aceite melhor o fato quando realizado pelo homem, não sei. Bom, o que eu estou querendo dizer é que traição vai muito além do simples fato de fazer sexo. Seria traição e infidelidade sinônimos? Bom, eu tenho minha própria opinião. Nunca me relacionei com ninguém fora do meu casamento, mas em muitos momentos me senti traindo, sendo assim, o assunto realmente alem de ser tabu é muito mais complicado do que parece. Será que se pode considerar traição quando no fundo temos a intenção de salvar um relacionamento? São muitas questões a serem esclarecidas.

O que você pensa sobre o assunto? Deixe sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

*
*